REFLEXSONS


Sem (poesia com sugestão musical)

Clique aqui > Leia ouvindo esta música


                                                 




  Sem

Não há mais qualquer som
Não há qualquer sombra, um reflexo que seja
Nenhum vento ou brisa que provoque qualquer movimento
Não há impressões, não há o que se achar, pois nada há que se procure
Sentimentos não há, nem duvidas ou saberes,
só um vazio, tão imenso e bom,
tão escuro e solitariamente tranquilo
que se confunde perfeitamente com a irremediável luz.
Imensidão em todos os sentidos e direções,
um ensurdecedor silêncio perpassa brutalmente todos os sons possíveis e impossíveis,
nada se corta, nada se perde, nada abandona, nada a mais.
Nada há.
Há perfeição,
é o tudo em tão pouco a ser dito.
Não há necessidades, tampouco desejos
Palavras não servem mais
Pensar?
Perguntar?
Saber?
Nem ser, precisa mais
Quanto mais, o quê?

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Blogger Comentário
    Facebook Comentário

0 comentários:

Postar um comentário