REFLEXSONS


Ótima Malévola


Pense num filme bom, o tal “Malévola”, com Angelina Jolie interpretando a malvada dita cuja. Só assim pude torcer pela vilã e vê-la triunfar. Sempre gostei da Maleficent e agora ela está, além de má, lindonda, na pele da Angelina. É ótimo descobrir as razões pelas quais ela se torna tão raivosa e vingativa, mas, também, arrependida e revigorada, em um final inesperado e legal. Os voos rasantes sensacionais, são algo a parte, graças aos ótimos efeitos. Como voa bem a Jolie com aquelas enormes asas e os inesperados chifres bem delineados mas, que compõem muito bem o refinado figurino e a perfeita maquiagem. As atrapalhadas fadinhas também são ótimas e cumprem sua missão na história. O tal príncipe encantado, totalmente dispensável, com aquele cabelinho ridículo e bem penteado, aparece só para dar seu insuficiente beijo e marcar sua presença meio sem graça na história. A música de James Newton Howard é marcante e apropriada, os efeitos, sensacionais, principalmente nas sequências dos voos. Aconselho assistir a versão legendada, com o som original. De quebra ainda tem a filhinha da Angelina Jolie, que já estreia na telona em uma cena rapidinha com a mamãe.O filme é muito divertido, principalmente para quem gosta de vilões assumidos e bem interpretados. E, nos créditos finais, quem não tiver pressa, ainda tem a música tema em versão bem interessante.

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Blogger Comentário
    Facebook Comentário

0 comentários:

Postar um comentário