REFLEXSONS


Traição, a solução definitiva



Essa semana, vendo tv, lendo algumas coisas e falando com amigos, o tema traição esteve sempre presente. E fui refletir um pouco sobre isso.
Percebi que uma grande parte do problema da traição está na maneira como o fato é encarado e percebido por cada um. É trauma pra todo lado. Quem trai tem sempre uma razão para justificar o acontecimento, seja o desgaste da relação, o desprezo do parceiro ou parceira, a fraqueza da carne e um monte de teorias e possibilidades que podem estar corretas ou não, gerando culpas imensas ou desculpas que sirvam pra por fim a um relacionamento. Depende sempre de cada situação. 
Já do lado de quem foi traído ou traída a coisa parece que é mais feia ainda, é dor, frustração, decepção, desencanto e tanto rebuliço na cabeça e coração que podem terminar em ódios, tristezas profundas e principalmente perda da confiança na outra pessoa, trazendo conseqüências às vezes até trágicas.
Mas, pensando nisso tudo acho que uma solução possível para encarar a barra pesada do enchiframento ou corneamento pode estar ao alcance de todos nós, com acesso fácil e rápido. Isso mesmo, a solução aparentemente definitiva para tratamento desse estado de coisas tão traumáticas está ao alcance de nossas mãos. Aqui, ali, na nossa frente, no simples e eficaz gesto de um click no teclado do computador. Tanto do traidor como do traído.
Basta para isso que tenhamos um PC, ou notebook, ou tablet, ou smartphone com acesso a internet, alguém que praticou uma traição, e claro, alguém que sofreu uma traição. Evidentemente, todos inscritos em suas redes sociais, de preferência com muitos amigos. Mas se ainda não faz parte de uma dessas maravilhas da globalização, a inscrição é fácil e rápida, ainda mais com um assunto desses em pauta, vai aparecer muita gente pra lhe dar apoio ou falar mal. Na certa não vai passar despercebido.
Continuando, assim que a pessoa que praticou a traição acessar a sua rede social após o ato, publica um texto legal, falando sobre o fato em poucas palavras (se for muito prolixo o pessoal vai ter preguiça de ler) e dizendo que compartilhou seu corpo e/ou seu sentimento com outra pessoa. Se quiser pode complementar com fotos (por do sol, flores, monumentos,etc) , emoticons e uma música tema. Clicou, tá na rede. É só esperar as curtidas e comentários.
Do outro lado, assim que a pessoa que foi traída tiver acesso à notícia da traição, não importa por qual via, acessa imediatamente a sua rede social. Se já está lá, na página do outro a publicação, a pessoa que foi traída já compartilha a notícia e comenta ali mesmo. Caso ainda não tenha sido publicado por parte da pessoa traidora, a pessoa traída publica suas impressões, complementa com fotos, emoticons, etc e aguarda as curtidas, compartilhamentos e comentários.
A situação que pelas vias antigas e ultrapassadas poderia gerar climas horríveis, choros, brigas, estados depressivos e talvez até consequências  trágicas, se encaradas e manifestadas dessa maneira tão prática, moderna e inovadora, certamente trará mais conforto e satisfação para todos os envolvidos. Em pouco tempo tudo não passará de uma simples publicação ou curtida num sistema virtual e todos os envolvidos poderão voltar a se encontrar e viver suas vidas como sempre. Dando mais importância ao que realmente tem mais importância, ou seja, cada um se empenhando em conseguir mais e mais curtidas, compartilhamentos e amizades virtuais em suas redes, sistemas, chats, nicks, gadgets, @, underlaines, gifs, emoticons, youtudos...  

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Blogger Comentário
    Facebook Comentário

0 comentários:

Postar um comentário