REFLEXSONS


É possível não trair?


O homem trai mais que a mulher, a mulher também trai e logo, logo tá chegando lá, traição é falta de caráter, os homossexuais não conseguem viver sem trair...
Mais um programa de televisão discutindo sobre o tema traição. E mais uma vez, as velhas opiniões de sempre: é falta de caráter, não foi só minha culpa, a relação já estava desgastada, foi só uma escapada, eu estava muito carente, ele tinha me traído antes, ela me traiu primeiro.
Há corajosos e corajosas que assumem as traições, e são elogiados por isso, espero que por assumir o erro e não por terem traído, e há também os que se dizem surpresos e descobriram por acaso. E interessante que apenas uma pessoa disse trair pelo prazer do sexo, traia porque queria experimentar outras formas de prazer, mas sem querer se separar do companheiro (era uma mulher em um relacionamento heterossexual), e fez isso por um bom tempo, até encontrar o seu definitivo por enquanto, pois, depois de quase três anos de convivência ainda não tinha sentido vontade de trair. Muito interessante.
E penso cá comigo. A primeira opção quando se fala em trair é sempre se referir a traição entre um casal. E principalmente entre casais heterossexuais pois, segundo as opiniões da maioria, os homossexuais já estão muito acostumados a conviver com a traição um do outro, quando estão casais. Ou não. Será ?
O homem é sempre, segundo as opiniões gerais, o campeão das traições. Mas, seria mesmo? Ou apenas se divulga mais? Ou o apelido de corno combina melhor no masculino? Ou traição de mulher é sempre culpa do desprezo do companheiro? E no casal homo feminino, quem trai mais é quem faz o papel do homem na relação? E no casal homo masculino, quem trai mais é o ativo? Ou para o casal homo, seja masculino, seja feminino, a traição já faz parte da relação, numa boa? Será que existe casal homossexual? Será que já temos capacidade de discutir sobre o tema, sendo neutros o suficiente pra falar abertamente, sem se referir ao gênero? Apenas falar da traição entre casais, quaisquer que sejam?
E a traição fora da relação de casal? Existe? Consideramos traição?
Sei não, continuo pensando cá comigo, se o ditado diz 
“A ocasião faz o ladrão”, talvez possa dizer que a falta de caráter faz a traição. Quem trai o parceiro/parceira, esposo/esposa, namorado/namorada, etc. Certamente pode trair o amigo, a amiga, o trabalho, a ideologia, a família, a fé, e por aí vai.
Será?      

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Blogger Comentário
    Facebook Comentário

0 comentários:

Postar um comentário