REFLEXSONS


Silêncio

Tento encontrar palavras
Que consigam dizer o que sinto
Fecho os olhos, respiro fundo
Um gole de vinho, mergulho,
Olho através da janela,
Paro.


Troco o disco, rabisco
Desisto...
Não!


Resisto e me entrego ao risco
Deixo-me navegar sem rumo
Sem prumo
Na rota torta do momento
E tento, agora
Justificar o sentimento
Como se nada fosse suficiente
Como se eu não estivesse aqui
Como se eu me olhasse de frente
E me visse só, de repente
Ah, que momento vazio...
Ah, que palavra vadia...
Não quero dar nome ao sentir
Quero sentir sem falar
Sem classificar
Mas, quero também decifrar
Entender a razão do suspirar
Do escrever ou simplesmente
A razão do querer
E me calar

# Compartilhar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Blogger Comentário
    Facebook Comentário

0 comentários:

Postar um comentário