REFLEXSONS


Pode não ser tão maravilhoso assim

Pode não ser tão maravilhoso assim
Por mais que digam os belos versos musicais da parceria Tom e Vinícius: “Se Todos Fossem Iguais a Você, Que Maravilha Viver”. Sinto-me a vontade para discordar. Não dos ótimos compositores, nem das suas maravilhosas páginas musicais (gostou de “páginas musicais” ?) mas, dessa particular página (musical claro) onde eles afirmam: “Verdade que ninguém vê, se todos fossem no mundo iguais a você”...
Peraí seu Zé, peraí dona Maria, tenho cá minhas razões e digo pra vocês que lêem essas linhas, se há mesmo algum leitor ou leitora. Aproveito a dita cuja frase musical da dupla compositora  aí de cima e reflito comigo mesmo: “Se todos fossem iguais a você”, complemento com meus pensamentos talvez nada poéticos, “que merda seria viver”.
Calma, vou explicar. Não estou analisando qualidade poética nem tampouco dando uma de crítico musical, pois nem autoridade nem conhecimento tenho pra isso, mas falo de uma impressão bem pessoal que me inspirou tal canção. Ou mais precisamente essas danadinhas frases da aludida música. Vou tentar ser mais claro. Pensando em determinada pessoa, do meu círculo de conhecimento, comecei a imaginar se todas as outras fossem iguais a ela. Misericórdia ! A vida seria uma merda mesmo. Se o resto do mundo fosse igualzinho a essa malfadada criatura, não teríamos qualquer possibilidade de afeto verdadeiro, não teríamos qualquer possibilidade de confiar um nos outros e a idéia de relação humana estaria ligada apenas a possibilidade do que aquilo traria de vantagens em proveito próprio. Não haveria valorização de busca de conhecimento, nem de respeito pelo outro e muito menos de cultivar sentimentos de amor e união. Família? Desconhecimento total. Amizade? Nem pensar. Bastaria satisfazer os instintos básicos como fome, sede, sexo, etc. E a pessoa humana estaria resumida a existência dessa única pessoa, o resto seria apenas resto mesmo.Em poucas palavras, o resto que se exploda (como diria o indesejado ser objeto desse pensamento).
Misericórdia de novo! Menino, será que isso existe mesmo? Alguém assim, com essas características? Você mesmo deve conhecer uma ou mais pessoas parecidas com a descrição mas, estou falando de tudo isso numa pessoa só. Pois é, por isso quando ouvi a tal música imaginei esse quadro tão funesto pro mundo. Imagine agora essa: escolha alguém conhecido seu, pode ser filho, amigo, marido, esposa, conhecido do trabalho, inimigo de família, amigo de família, o escambau. Pegue essa pessoa escolhida no seu pensamento, feche os olhos e pense todo o resto do mundo com todas as pessoas iguais a ela. Gostou ?
 E pra melhorar, depois imagine você, exatamente como você é... imaginou? Agora pense no mundo inteiro com as pessoas sendo “ Todas Iguais a Você ”.
Eaí ? Seria uma maravilha viver ? Ou seria uma merda viver ?

# Compartilhar

    Blogger Comentário
    Facebook Comentário

1 comentários:

  1. Adorei sua reflexão. Nunca havia pensado nisso!

    ResponderExcluir